Essa coisa de ser

Acabei de dizer no Twitter que essa coisa de ser gente grande nem é tão ruim assim.
Acho que quando a gente descobre uma coisa pela qual se tem prazer em fazer, deixa de falar na terceira pessoa, de culpar o calo no mindinho, ou a chuva que faz com que seu pé fique todo ensopado dentro do carro, por causa de um vazamento em algum lugar.
Quando a gente decide pelo o que vai viver, a gente vive sorrindo, mesmo levando tombo.
Essa coisa de ser gente grande, ser dona do meu horário, da minha agenda, das minhas palavras e decisões me faz pensar que, se eu fosse criança, era assim que eu queria ser quando crescesse.
A gente vai se moldando aos poucos. O burilamento é, de vez em quando dolorido, mas passa. Quando a decisão é nossa, passa sim.
Essa coisa de ser gente grande chegou, na hora que tinha que chegar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s